Curta!

Livros para celebrar o amor

07 junho 2021

 Olá, viajantes!

O dia mais romântico do ano está chegando e nada melhor do que comemorar com leituras fofas e divertidas! É por isso que, nesse post, trazemos dicas de livros especiais para presentear o mozão ou a si mesmo com uma história cheia de leveza e encanto.

E sabe qual a melhor parte? Todos os títulos da lista são romances LGBT, para relembrar o Mês do Orgulho e celebrar o amor, em todas as suas lindas formas! Vamos às dicas?

1. Um milhão de finais felizes (Vitor Martins)

 

Jonas não sabe muito bem o que fazer da vida. Entre suas leituras e ideias para livros anotadas em um caderninho de bolso, ele precisa dar conta de seus turnos no Rocket Café e ainda lidar com o conservadorismo de seus pais, sua mãe alimenta a esperança de que ele volte a frequentar a igreja, e seu pai não faz muito por ele além de trazer problemas. Mas é quando ele conhece Arthur, um belo garoto de barba ruiva, que Jonas passa a questionar por quanto tempo conseguirá viver sob as expectativas de seus pais, fingindo ser uma pessoa diferente de quem é de verdade. Buscando conforto em seus amigos (e na sua história sobre dois piratas bonitões que se parecem muito com ele e Arthur), Jonas entenderá o verdadeiro significado de família e amizade, e descobrirá o poder de uma boa história.

 
2. Conectadas (Clara Alves) 
 
 
Raíssa e Ayla se conheceram jogando Feéricos, um dos games mais populares do momento, e não se desgrudaram mais ― pelo menos virtualmente. Ayla sente que, com Raíssa, finalmente pode ser ela mesma. Raíssa, por sua vez, encontra em Ayla uma conexão que nunca teve com ninguém. Só tem um “pequeno” problema: Raíssa joga com um avatar masculino, então Ayla não sabe que está conversando com outra menina. Quanto mais as duas se envolvem, mais culpa Raíssa sente. Só que ela não está pronta para se assumir ― muito menos para perder a garota que ama. Então só vai levando a mentira adiante… Afinal, qual é a chance de as duas se conhecerem pessoalmente, morando em cidades diferentes? Bem alta, já que foi anunciada a primeira feira de Feéricos em São Paulo, o evento perfeito para esse encontro acontecer. Em um fim de semana repleto de cosplays, confidências e corações partidos, será que esse romance on-line conseguirá sobreviver à vida real?
 
3. Leah fora de sintonia (Becky Albertalli)


Leah odeia demonstrações públicas de afeto. Odeia clichês adolescentes. Odeia quem odeia Harry Potter. Odeia o novo namorado da mãe. Odeia pessoas fofas e felizes. Ela odeia muitas coisas e não tem o menor problema em expor suas opiniões. Mas, ultimamente, ela tem se sentido estranha, como se algo em sua vida estivesse fora de sintonia. No último ano do colégio, em poucas semanas vai ter que se despedir dos amigos, da mãe, da banda em que toca bateria, de tudo que conhece. E, para completar, seus amigos não fazem ideia de que ela pode estar apaixonada por alguém que até então odiava, uma garota que não sai de sua cabeça. Nesta sequência do sucesso Com Amor, Simon, vamos mergulhar na vida e nas dúvidas da melhor amiga de Simon Spier. Em um livro só dela, mas com participações mais do que especiais dos personagens do primeiro livro, vamos acompanhar Leah em sua luta para se encontrar e saber com quem dividir suas verdades e seus sentimentos mais profundos. Em Leah fora de sintonia, Becky Albertalli mostra por que é uma das vozes mais importantes e necessárias de sua geração. Sem nunca soar didática, a escritora lança mão dos mesmos ingredientes que tornaram Com Amor, Simon um sucesso mundial: a leveza, o senso de humor, a representatividade e a certeza de que vale a pena contar histórias sobre jovens que podem até estar perdidos, mas estão determinados a encontrar seu caminho.

4. Branco, vermelho e sangue azul (Casey McQuiston)


O que pode acontecer quando o filho da presidenta dos Estados Unidos se apaixona pelo príncipe da Inglaterra? Quando sua mãe foi eleita presidenta dos Estados Unidos, Alex Claremont-Diaz se tornou o novo queridinho da mídia norte-americana. Bonito, carismático e com personalidade forte, Alex tem tudo para seguir os passos de seus pais e conquistar uma carreira na política, como tanto deseja. Mas quando sua família é convidada para o casamento real do príncipe britânico Philip, Alex tem que encarar o seu primeiro desafio diplomático: lidar com Henry, irmão mais novo de Philip, o príncipe mais adorado do mundo, com quem ele é constantemente comparado ― e que ele não suporta. O encontro entre os dois sai pior do que o esperado, e no dia seguinte todos os jornais do mundo estampam fotos de Alex e Henry caídos em cima do bolo real, insinuando uma briga séria entre os dois. Para evitar um desastre diplomático, eles passam um fim de semana fingindo ser melhores amigos e não demora para que essa relação evolua para algo que nenhum dos dois poderia imaginar ― e que não tem nenhuma chance de dar certo. Ou tem?
 
5. Vingança, sorvetes e nós duas (Rebecca Jorge)
 
 
Esta poderia ser uma típica história na qual as mocinhas são rivais e disputam a atenção do cara mais popular do colégio. E, talvez, esse adorável clichê realmente acontecesse, se o tal "galã" não houvesse enganado e humilhado as duas. Karen e Bianca são totalmente diferentes! Enquanto Bianca é viciada em doces, extrovertida e ama estar na moda, Karen usa sempre cores neutras, vive com seu fone de ouvido e prefere o café amargo. Apesar de se conhecerem a vida toda, as duas nunca se deram bem e tudo poderia ser ainda mais desastroso, se elas não houvessem optado por uma alternativa bem mais divertida do que brigar entre si. Bianca e Karen decidem se unir, mesmo com todas as suas desavenças, em busca de vingança contra Caleb e acabam descobrindo que, no fundo, aquela história que opostos se atraem é verídica.
 
6. Tipo uma história de amor (Abdi Nazemian)
 
 
Em 1989, o jovem iraniano Reza se muda para Nova York com a mãe para morar com seu padrasto e o filho dele. Apesar de nunca ter contado para ninguém, Reza sabe há muito tempo que é gay. Porém, tudo que ele vê na televisão sobre a pandemia da aids e a comunidade LGBT reforça seu medo de que sua sexualidade está ligada a algo terrível. Então, o rapaz decide esconder sua verdade para se proteger das possíveis críticas da sua cultura e da sua mãe. Na escola nova, Reza conhece Judy, uma aspirante a estilista que adora criar e usar roupas coloridas. O maior ídolo dela é seu tio Stephen, um homem gay e soropositivo, que perdeu o parceiro para a aids e que usa seu ativismo para trazer atenção à doença. Ela tem certeza de que nunca vai se apaixonar — até conhecer Reza. Os dois iniciam um relacionamento, mas ele não consegue evitar os sentimentos que começa a ter por Art, melhor amigo de Judy. Art é o único garoto assumidamente gay da escola. Ele adora a Madonna, fotografa os protestos da comunidade e participa com orgulho do movimento gay — apesar da desaprovação de seus pais conservadores. À medida que os sentimentos de Reza por Art tomam forma, Reza luta para entender os desafios de assumir quem é sem machucar aqueles à sua volta. Numa jornada emocionante de autodescobrimento e amizade, Tipo uma história de amor é também um fantástico relato sobre a luta da comunidade LGBT e sobre o ato revolucionário de existir em meio ao medo e ao preconceito sem perder a alegria.
 
Quantos livros incríveis, não é? Impossível não curtir nenhum deles! E vocês, já sabem quais serão as leituras para essa época romântica do ano? Me contem tudo nos comentários! Até a próxima postagem!

Onde está Lucia? - C. B. Alves

22 maio 2021

Olá, viajantes!

A resenha de hoje é em parceria com a nossa querida Skull Editora e apresenta para vocês o primeiro livro da série Missing: conheçam Onde está Lucia?, da autora C. B. Alves.

 

TÍTULO: Onde está Lucia?
AUTOR: C. B. Alves
EDITORA: Skull Editora
NÚMERO DE PÁGINAS: 128 páginas
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
SINOPSE: É como nos filmes: uma cidade pacata, uma garota desaparecida, mortes. Muitas mortes. Allan Carter é o novo detetive designado para resolver uma das raridades desde que os continentes se tornaram Federação: uma série de assassinatos. Com vítimas que parecem ter sido escolhidas a dedo, muitas perguntas começam a surgir a cada passo atrás do assassino, e a principal delas, a que mais se repete é: Onde está Lucia? O tempo está passando, e é nosso maior inimigo.

Uma cidade pequena e tranquila. Um grupo de jovens na escola. Um desaparecimento misterioso de uma garota. Uma série de mortes suspeitas. Esse é basicamente o contexto com o qual o detetive Allan Carter precisa lidar ao chegar à Westville. Correndo contra o tempo, o policial precisa investigar todos assassinatos, parar um serial killer e encontrar pistas sobre o destino de Lucia, a garota que sumiu sem deixar rastro, do dia para a noite. Porém, todos os envolvidos parecem cheios de segredos e a escolha das vítimas segue um padrão suspeito. A maior missão de Allan? Descobrir quem é o assassino antes que ele termine sua aniquilação. Mas será isso possível com todo o mistério que permeia o caso?

Os Silenciados - J. R. Ramos

10 maio 2021

 Olá, viajantes!

A resenha de hoje traz para vocês um enredo de suspense e ação capaz de prender o fôlego: Os Silenciados, de J. R. Ramos, foi publicado pela Skull Editora e traz um mistério envolvendo três amigos e um acontecimento marcante!
 
 
TÍTULO: Os Silenciados
AUTOR: J. R. Ramos
EDITORA: Skull Editora
NÚMERO DE PÁGINAS: 220 páginas
ANO DE PUBLICAÇÃO: 2019
SINOPSE: Uma festa de Halloween acaba da pior maneira possível, quando um incidente de bullying quase tira a vida de um jovem socialmente excluído, deixando também sua namorada — igualmente rejeitada — psicologicamente instável. Algum tempo depois, homicídios estranhos e diretamente relacionados aos envolvidos começam a acontecer. É quando Sam, Charlie e Emma, que estiveram lá, questionam se os crimes são seriam, na realidade, um ato de vingança; ao mesmo tempo em que idealizam os possíveis suspeitos. O relutante trio se vê num jogo de perseguição perigoso, desejando descobrir, à qualquer custo, a real identidade do assassino — que tornou-se conhecido como O Silenciador. Enquanto o tempo avança, o menor dos deslizes pode ser fatal, segredos obscuros estão vindo à tona, e mais sangue inocente é derramado.
 
Sam (ou Sabrina) é uma garota de 18 anos que possui uma relação conturbada com sua mãe e, para construir um futuro longe dessa questão, trabalha como garçonete em uma lanchonete próxima da sua casa. Para se divertir, Sam sai com sua melhor amiga Emma e seu namorado, aspirante a fotógrafo, Charlie. No entanto, uma das festas de Halloween para a qual os amigos vão não termina bem: um garoto é humilhado e ferido, o que faz sua parceira perder a sanidade. Todo esse contexto marca em definitivo a memória de Sam: as lembranças ruins vêm à tona quando um assassino, conhecido como O Silenciador, passa a assolar a cidade e a vida da garota. Agora, os jovens precisam encaixar as peças desse quebra-cabeças para tentar evitar uma tragédia ainda maior.

Skull Editora completa 4 anos

04 maio 2021

Olá, viajantes!

No último dia 14 de abril, nossa parceira, a Skull, completou 4 anos, chegando à marca de 100 títulos publicados. Além disso, editora de São Paulo anunciou 4 novas pré-vendas e uma mudança drástica: após se dedicar na própria distribuição, a Skull anuncia o fechamento de sua loja e entrega a logística e as vendas para duas distribuidoras, iniciando os trabalhos com B2B. Dessa forma, a Skull venderá seus livros para a Amazon e para diversas livrarias, se dedicando integralmente na distribuição de suas obras.

Com tiragens pré-determinadas, a editora mantém suas vendas através da Umlivro e Bok2, que trabalham sob demanda, o tão popular POD, no qual os títulos são impressos após confirmação de venda. Não há estoque e, portanto, não há mais prejuízo com atrasos ou falhas. No dia 15, um dia após completar 4 anos, iniciaram-se os trabalhos de B2B. Nessa data, o catálogo da editora passou a ser disponibilizado para livrarias e para a Amazon, a gigante do varejo, que, apesar do alto desconto e prazo prolongado para pagamento, já comprou mais de 450 exemplares de todo o catálogo da Skull.

Matéria-prima - Jonas Vendrame e Thaís F. Barbosa

30 abril 2021

Olá, viajantes!
A resenha de hoje traz para vocês um thriller cheio de ação, dos autores Jonas Vendrame e Thaís F. Barbosa: conheçam Matéria-prima, publicado pela nossa parceira Editora Skull!


TÍTULO: Matéria-prima
AUTORES: Jonas Vendrame e Thaís F. Barbosa
EDITORA: Skull Editora
NÚMERO DE PÁGINAS: 198 páginas
ANO DE LANÇAMENTO: 2020
SINOPSE: A vida de Dylan, um jovem pacato, é virada do avesso quando sua irmã desaparece, sem deixar rastros, da Universidade em que estava residindo. O Rapaz se vê obrigado a deixar seu lar no interior, no Texas, para ir em busca de sua irmã em Nova York. Sozinho e sem recursos, tudo se complica quando descobre que ela não é a única garota a ter sumido nos últimos meses, mas que há uma lista de mulheres com o paradeiro desconhecido. A cidade grande vai se revelando um cenário de grande perigo e que oferece a Dylan um jogo sangrento e com muitos enigmas a serem desvendados. Matéria-prima é um romance policial onde nada é o que parece, onde o amor, o sangue, o fogo da paixão e muitas intrigas se entrelaçam e se desdobram nas mais improváveis direções. “Em mãos assassinas, até uma rosa se torna suspeita”.

Dylan Harper é um típico habitante do interior, no Texas, que vê sua vida mudar completamente quando sua irmã mais nova, Sarah, vai estudar em Nova York. A família dos dois é constituída de apenas duas pessoas e, por esse motivo, a viagem de Sarah causou uma preocupação excessiva no seu irmão. Preocupação essa que aumenta à medida que Dylan não consegue contato com a garota, o que resulta em uma ida às pressas para a cidade grande, à procura da estudante. Lá, ele conhece Evans, seu parceiro na busca desenfreada pela irmã desaparecida. Ao mesmo tempo, Oliver e Elisa se conhecem e, rapidamente, se apaixonam. A atração entre eles se transforma em amor, enquanto seus caminhos se aproximam em definitivo de Dylan e Evans. O desenrolar dessa relação vai surpreender até mesmo o leitor com o faro mais aguçado!