[RESENHA BOOK TOUR] A Herdeira (Os Lobos de Ester #1) - Janice Ghisleri

Hey, pessoas!

Hoje é dia de resenha, e essa vem direto do Book Tour do qual o blog está participando! Venha você também se apaixonar pelos lobos deste universo, conhecendo A Herdeira, primeiro volume da série Os Lobos de Ester, da autora Janice Ghisleri!

A Herdeira

TÍTULO: A Herdeira (Os Lobos de Ester #1)
AUTOR: Janice Ghisleri
EDITORA: Planeta Literário
NÚMERO DE PÁGINAS: 375 páginas
SINOPSE: Eles eram milenares, míticos e poderosos, mas foram capturados e tratados como cobaias. Com a ajuda de um cientista foram libertados, e agora lutam para resgatar os últimos lobos e começar uma vida nova. Noah era o alfa. Apesar de belo e feroz, carregava profundas cicatrizes em seu coração. Por isso, estar perto de Ester era a última coisa que ele podia enfrentar, mas seu beta, Erick, pensava o contrário. Tudo estava indo bem para Ester. Ela tinha uma nova casa, além de uma clínica veterinária, e um admirador secreto que lhe enviava flores e presentes, até ela atender um chamado para ajudar um animal ferido. E assim, Ester entrou em um mundo paralelo, onde havia homens altos, fortes, sensuais e com olhos exóticos que jamais havia visto na vida. Após o choque de descobrir a verdade sobre seu pai, Ester soube que não era uma herdeira normal quando o conteúdo do seu testamento foi revelado. Um deles era um companheiro, e isso teria uma consequência imensa para a sua vida. Porém, nem imagina o que acontecerá quando descobrirem sua verdadeira identidade. Embarque nessa aventura e descubra qual o mistério que uniu a herdeira aos lobos.




    

Ester Klaus é uma veterinária dedicada e apaixonada, que sofre com a perda dos pais. Sua vida era sua clínica, seus animais e sua casa, até que ela recebe um chamado estranho, para cuidar de um paciente ainda mais inusitado: um lobo! A partir desse momento, Ester vê seus dias mudarem drasticamente, ao descobrir que seu pai não só forjou sua morte, mas também ajudou um clã de metamorfos a fugirem da vida de cobaia de laboratório que estavam encarando. Noah é o alfa desses lobos. Bonito, sensual, poderoso e extremamente persistente, o líder mexe com a cabeça de Ester, mas não consegue esconder que a moça também vira sua cabeça. Em meio a traições, ciúmes, resgates e superação de limites, um romance surge entre os dois, mas Ester não está preparada para deixar seu mundo de lado para viver com Noah, que também não está acostumado a ter suas vontades e caprichos negados. Será que o casal conseguirá ultrapassar as diferenças e dificuldades para viver esse grande amor?

Esse livro chegou até mim através de um Book Tour organizado pela autora, e eu confesso que estava empolgadíssima com a leitura, pois já havia lido comentários positivos e adoro as criaturas que protagonizam a saga. E eu posso dizer que a autora conseguiu alcançar todas as expectativas que eu poderia ter, e me conquistou de vez com essa história!

A começar pelo enredo do livro, temos ação, romance, intrigas, até mesmo um pouco de mistério, aquela aura de suspense em alguns momentos. A autora acertou em cheio da construção da trama; tudo se desenrola de forma gradual, e vamos aos poucos conhecendo todos os detalhes desse complexo e intrincado enredo. É importante frisar que Janice conseguiu criar algo novo, apesar de se utilizar de elementos já conhecidos por nós. A maneira como ela organizou esse aspectos, ao ponto de um ser ligado ao outro, um depender do outro no desfecho, tudo isso auxilia na apreensão do leitor até o final da narrativa. Este é um daqueles livros que, querendo ou não, você só conseguirá largar quando chegar ao fim!

Ester é uma protagonista bastante forte. Ela personifica em si várias características da mulher moderna: independente, segura de si, decidida, de personalidade forte e extremamente justa em todas as situações, apesar de um pouco cabeça dura. Veterinária completamente apaixonada, Ester fica dividida entre a vida estável que sempre teve e a felicidade que se descortina a sua frente, com Noah. Aqui aconteceu um dos únicos momentos do livro em que eu a vi fraquejar, e mesmo este instante foi temporário. É impressionante como ela consegue passar por situação delicadas ou até mesmo de perigo iminente, e sair delas no total controle de si mesma. Acabei me identificando com seus receios, com suas dúvidas, e até mesmo com seu jeito de ser, e isso acabou influenciando minha entrada nesse universo.

Noah é um típico galã: lindo e charmoso, o cara sabe usar as armas que tem. É aquele tipo de homem que tira a cabeça de qualquer mulher da órbita. Extremamente provocante e sensual, Noah é um homem forte, corajoso, poderoso e muito respeitado, não só por ser o alfa dentro da hierarquia da alcateia, mas também por seu senso de justiça e seu faro apurado para assuntos que interessam a todos do clã. Noah guarda consigo um lado que muito pouco demonstra: uma face fragilizada por perdas. Esse aspecto faz com que ele viva recluso, distante de tudo e todos, sofrendo em silêncio e sozinho. É aí que entra Ester, e a forma como ela mexe profundamente com ele, com seu coração, com seus sentimentos, fazendo-o voltar a viver novamente, é linda e comovente de se acompanhar. Noah sente-se receoso no início, mas conforme o relacionamento dos dois avança, ele se entrega totalmente, e deixa de lado todo o poder que ele geralmente tem sobre as pessoas para fazer Ester se sentir bem ao seu lado. É realmente incrível a forma com ele a protege e cuida, e como é fiel a ela e ao que ele tem. Os laços que os unem são fortes demais, e fazem leitoras sonhadoras como eu suspirarem a cada frase lida.

Preciso dizer, porém, que meu personagem favorito do livro foi Erick. Ele é uma espécie de representante do metamorfos no mundo humano, e por isso muda drasticamente para se adaptar a esse estilo de vida, inclusive sua aparência é distinta das demais. Mas o que mais me chamou atenção não foi sua diplomacia ou jogo de cintura, foi o jeito leve e ao mesmo tempo comprometido com que ele encara a vida e todas as situações que ela lhe propõe. Erick é um verdadeiro cavalheiro, sempre preocupada em atender as necessidades de todos a sua volta, sempre responsável e extremamente confiável. Como se não bastasse tudo isso, ele ainda possui uma aparência de tirar o fôlego, assim como todos os outros lobos do clã, e um gênio divertido e muito intuitivo (só tenho uma queixa sobre ele: por que ele não existe de verdade? Janice, não se colocam essas ilusões na cabeça das leitoras, ouviu? Isso é praticamente tortura!). Se eu tivesse que elencar uma palavra para descrever Erick, ela seria ideal.

Os outros integrantes do clã, aliás, não são menos interessantes. Todos eles tem sua parcela de participação no desfecho do livro, mesmo o foco central sendo Ester e Noah, além de possuírem suas próprias personalidades, muito bem definidas e construídas pela autora, e seus próprios sofrimentos e alegrias. Me apaixonei por cada um deles, de um jeito diferente, e fica difícil encontrar nesse mundo literário personagens que tenham me tocado tanto. Eu acabei me apegando a eles, fazendo parte daquela família inusitada, mas cheia de amor e carinho. É lindo ver a forma como eles protegem uns aos outros, como sempre buscam a harmonia com seus semelhantes, como não medem esforços para fazer o que estiver ao alcance de cada um pelo bem e felicidade de todos. Talvez devêssemos nos espelhar um pouco mais neles, e deixar de lado esse jeito egoísta que sempre nos afasta de quem realmente nos ama e nos quer por perto.

Outro ponto forte na história são as cenas sensuais, principalmente entre Noah e Ester. E vocês sabem o quanto eu fico receosa quando esse tipo de tema entra em jogo em um livro, pelo meu sempre presente medo de esses momentos se sobreporem a todo o enredo. O que não aconteceu aqui. A autora soube encaixar esses excertos a favor do foco principal, que é e sempre foi a relação entre Noah e Ester. Fiquei contente de perceber que esse momentos íntimos só agregaram e deram força à relação dos dois, além de fortalecer o clima de romance que permeia o livro inteiro.

Mas um dos elementos que eu mais gostei no livro foi a forma como a autora trabalhou com a alcateia liderada por Noah. Nós conhecemos todo o percurso que eles percorreram para chegar até o momento atual, e conseguimos compreender como funciona o mecanismo dentro deste grupo e como são fortes as relações de amizade, lealdade e companheirismo. 

Além de tudo isso, que foi muito bem explicado pela Janice, a autora ainda nos brinda com vários desafios que dão aquele ar de aventura à narrativa, nos tirando o fôlego e fazendo-nos ficar ainda mais vidrados na história, esperando pelas surpresas da próxima página.

A diagramação é bastante simples, dando destaque total ao conteúdo que encontramos no livro. A capa é maravilhosa, e combina perfeitamente com o enredo e seus personagens. Não encontrei erros de revisão, o que é um fator extremamente positivo, e a fonte escolhida é bastante agradável à leitura.

Como primeiro livro de uma série, acredito que A Herdeira faça mais do que apenas cumprir um papel introdutório deste mundo: ele não só nos apresenta ao universo dos lobos, mas também faz o leitor se apaixonar por tudo isso. É impossível não amar a fofura da Lili, não admirar a força da Jessy, não se encantar pelo jeito durão de Petrus, não querer rir com Erick, não ser contagiada pela coragem e ousadia da Ester ou pelo espírito livre de Noah. Não existe uma forma de explicar todos os sentimentos que o livro nos desperta em palavras, então minha dica é: leiam! Mas leiam preparados para a enxurrada de paixão que ele vai acabar trazendo para vocês!

Até a próxima postagem! Beijos!

4 comentários:

  1. Patrini, eu amei sua resenha, fiquei muito feliz como relatou a história e a forma que o livro a encantou. Obrigada, beijos e até a próxima, vou compartilhar na minha rede. E espero que em breve tenhamos o segundo livro que é O Despertar,a história do Erick que tanto gostou.

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada da autora mas a premissa parece bem interessante. Amei a resenha está muito bem escrita, parabéns :)
    Amei o blog e que layout lindo menina kkkkkk
    http://gordicesliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. obrigada pela resenha. Você tem o livro em pdf ? eu venho procurando a meses e não encontro nem para baixar nem o livro físico em nenhuma livraria. Se tiver por favor me envie b.roccha@outlook.com

    ResponderExcluir
  4. obrigada pela resenha. Você tem o livro em pdf ? eu venho procurando a meses e não encontro nem para baixar nem o livro físico em nenhuma livraria. Se tiver por favor me envie b.roccha@outlook.com

    ResponderExcluir