[RESENHA] Amaldiçoadas - Jessica Spotswood

Hey, pessoas!

Hoje vim trazer para vocês a resenha de Amaldiçoadas, da Jessica Spostwood, segundo volume da série As Crônicas das Irmãs Bruxas, uma história mágica, cheia de mistérios e aventuras.


TÍTULO: Amaldiçoadas
AUTOR: Jessica Spotswood
SÉRIE: As Crônicas das Irmãs Bruxas #2
EDITORA: Arqueiro
NÚMERO DE PÁGINAS: 288 páginas
SINOPSE: Cate Cahill tomou a decisão mais difícil de sua vida e resolveu largar tudo para proteger aqueles a quem amava, mas não poderia imaginar os obstáculos que ainda teria pela frente. Agora, vivendo disfarçada entre as outras moças da Irmandade, ela precisa se manter a salvo dos implacáveis caçadores de bruxas e lidar com grandes dilemas pessoais, como a distância de seu grande amor e os conflitos que envolvem suas irmãs Tess, uma menina doce e ingênua que guarda um grande segredo, e Maura, a jovem bela e ambiciosa que pretende fazer de tudo para se tornar o centro das atenções. Será que Cate está pronta para liderar as bruxas de sua geração e ganhar o respeito de uma sociedade que condena a feitiçaria? E seria ela a bruxa da profecia, a mulher mais poderosa já nascida em muitos séculos e capaz de revolucionar a história do mundo? Envolva-se ainda mais na história de Cate e de todas as mulheres fortes que a cercam e segure seu coração para torcer pelo amor de Cate e Finn neste volume que traz revelações imperdíveis antes da conclusão da saga das irmãs Cahill.

Compre o livro aqui: Submarino - Americanas




ATENÇÃO: ESTA RESENHA PODE CONTER SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO.

Amaldiçoadas é o segundo volume da saga que acompanha as três irmãs bruxas Cate, Tess e Maura Cahill. No primeiro volume, conhecemos as garotas e o mundo que as cerca, com seus desafios e perigos. Neste segundo livro, temos o desenvolvimento das suas habilidades, bem como das suas responsabilidades como bruxas, principalmente em se tratando de Cate, que todos pensam ser a irmã descrita pela profecia tão temida e ao mesmo tempo tão aguardada, profecia essa que trará o reinado da magia novamente.

Este livro começa exatamente onde o outro parou, com Cate já na Irmandade, que ela descobriu ser feita exclusivamente de bruxas. Dentro da Irmandade, apesar de todos dizerem que está em segurança, Cate não consegue se sentir confortável. A garota só consegue pensar em tudo que deixou para trás, que foi obrigada a deixar: seu jardim, suas irmãs, seu lar e , principalmente, Finn. Atormentada por todos os fantasmas que a cercam, as coisas começam a piorar quando Brenna (o oráculo) revela aos Irmãos sobre a profecia. A partir de então, eles começam uma corrida desenfreada para encontrar a tão perigosa bruxa, e todas são alvo. Harwood está mais cheio do que nunca, e Cate começa a ser cobrada. Todas esperam uma atitude de liderança de sua parte, mas ela ainda não tem certeza que é quem elas pensam. Depois de suas irmãs serem trazidas para a Irmandade, como forma de protegê-las, Cate passa a pensar que o problema pode ser muito maior do que ela imaginava. Movida pelo amor à sua família, à Finn e às suas irmãs de magia, Cate precisa decidir de que lado está, e, acima de tudo, o que fará para proteger aqueles a quem nunca quer perder.

Como vocês já sabem, eu sou completa e inteiramente apaixonada por essa saga. Jessica me pegou de jeito com a sua narrativa desde o primeiro livro, então eu posso dizer que não via a hora de ler logo o segundo volume. E ele não me decepcionou.

Amaldiçoadas foi uma continuação ainda melhor do que o primeiro livro. Depois de todos os detalhes e explicações que tivemos anteriormente, fica mais fácil entrar na história e entender melhor a trama. Isso contribuiu muito para a fluidez do texto. A escrita da Jessica evoluiu perceptivelmente do primeiro livro para o segundo. A narração da autora ficou mais envolvente e concisa, sem deixar pontas soltas mas também sem se alongar nas explicações. Depois de começar a ler Amaldiçoadas, reserve um tempo, porque você não vai conseguir largar o livro antes de chegar a última linha. Neste segundo volume, a autora usou e abusou da agilidade nas cenas. Tudo é uma aventura em Amaldiçoadas: nada acontece por acaso. Tu mal se recupera de uma emoção, outra já te atropela. A quantidade de informação e episódios relevantes aumentou consideravelmente, e eu posso dizer sem medo que este livro é muito mais rápido que o anterior, o que só prende ainda mais a atenção do leitor.

Cate cresceu de um jeito incrível. Ela está muito longe de ser a garotinha reprimida e assustada do primeiro livro. Agora ela é uma mulher, e apesar de todas as dúvidas que ainda restam, ela tem certeza de que fará o que for preciso para proteger a quem ama. Cate não tem mais medo de seus dons, é corajosa e enfrenta os desafios de cabeça erguida. Ela não tem mais receio de colocar sua opinião sobre os assuntos, e a Irmandade acabou sendo boa para sua auto-estima: agora ela é uma garota confiante e destemida, até um pouco estrategista. A protagonista foi, com certeza, a surpresa do livro para mim. Eu já gostava de Cate no primeiro livro, mas confesso que ela era um tanto submissa demais. Neste segundo volume ela é completamente o oposto disso. A cada página que eu virava, mais me encantava com a forma como a autora construiu a "nova" Cate, e achei seu amadurecimento um elemento muito influente no bom andamento da trama.

Finn continua o garoto valente e apaixonado, disposto a arriscar seu próprio pescoço por Cate. Eu sempre admirei a bravura do rapaz e tudo que ele fez pela amada, e neste livro não poderia ser diferente. Apesar do contexto ser completamente diferente do primeiro volume, o sentimento e devoção dele por Cate são inabaláveis. Tess também cresceu muito com o desenvolvimento da trama, mas continua aquela garotinha atenta, observadora e inteligente de sempre. Apesar de mais audaciosa, ainda é aquela criança que a gente sente vontade de pegar no colo e proteger do que quer que seja. Cate, eu te entendo! rs

Maura é definitivamente a vilã master da trama. E eu que pensei que ela não poderia piorar, mais uma vez fui surpreendida. A garota agora está insuportável! Egoísta, não quer saber da opinião de ninguém. Tudo que importa a ela é mostrar que é melhor que suas irmãs e qualquer outra bruxa que se aproxime. Prepotente e ardilosa, não mede esforços para conseguir o que quer, mesmo que precise passar por cima de Cate e Tess para isso. Maura é uma garota fútil, marota, extremamente fria e calculista. E o pior é que ela não tem nenhum motivo para essas atitudes. Sempre foi bem tratada, e Cate a ama tanto quanto ama Tess. Mas Maura faz questão de dispensar esse amor. O tempo todo na narrativa eu fiquei tentada a dar uns bons tabefes na cara da menina, pra ver se ela percebia o quanto estava sendo injusta e mal criada. Realmente, não há como sentir outra coisa além de ódio por Maura.

A trama do livro evoluiu muito. Não existem mais aquelas explicações longas sobre a história, porque já estamos dentro do universo do livro. Neste segundo volume, tudo que acontece é importante para o enredo, em algum momento. A agilidade e emoção com que os episódios se desenrolam são de tirar o fôlego, e eu confesso que não esperava isso da história. Jessica deu uma reviravolta no enredo, e revolucionou a trama da narrativa. Impossível não devorar cada páginas em poucas horas e ansiar pela continuação.

A editora manteve o mesmo padrão do primeiro livro, em todos os sentidos. A capa é linda, o título em dourado dá um destaque a mais. Na abertura de cada capítulo temos uma espécie de moldura na página, detalhe que eu achei muito bonito. A fonte é agradável à leitura, um pouco maior do que eu estou acostumada. Não encontrei erros de revisão, o que sempre me deixa bastante satisfeita com o trabalho de tradução e digitação da Arqueiro.

Finalizo a resenha deixando aqui a minha explícita recomendação da série para vocês. A premissa é interessante, e a história faz jus a essa curiosidade despertada inicialmente. Os personagens tem temperamentos distintos entre si, e isso torna a leitura ainda mais instigante. A escrita da Jessica é daquelas capazes de te fazer sentir as sensações mais contraditórias possíveis, e você não vai desgrudar do livro sem saber o final. Amaldiçoadas é realmente mágico!

Se gostaram da resenha, não esqueçam de deixar sua opinião nos comentários aqui embaixo. Vou ler e responder cada um com o maior carinho. Até a próxima postagem!

Beijos 

1 comentários:

  1. Patrini eu estou lendo essa saga e amando! Já saiu o terceiro livro, acho que termino a saga ainda esse fim de semana! Louca para saber sua opinião sobre o terceiro. Ainda estou no segundo e estou morrendo de raiva da Maura! Demorei mais tempo do que gostaria, por culpa das chatices dela. Sério, que vontade de enforcar essa menina! kkk. A Tess é um amor né? Tenho irmãos, e meu Deus, como entendo a Cate! É meio difícil ver a situação dela e não se comover. É por isso que amo aquela menina! Ela é tão inteligente e forte! E o Finn... Ahhhhh o Finn! rs Estou perdidamente apaixonada pelo personagem! Como ele é perfeito!!! Louca para descobrir como tudo isso se encerra, mas confesso que estou com medo também! Sua resenha ficou maravilhosa, você resumiu bem todos os sentimentos que tive ao longo da leitura. Mil beijos :*
    entreumlivroe-outro.blogspot.com

    ResponderExcluir