[RESENHA] Sombra de Um Anjo - Ana Beatriz Brandão

Hey, pessoas!

Faz algum tempo que fechei parceria com a autora Ana Beatriz Brandão, um verdadeiro fenômeno da literatura nacional. Além de muito honrada pela confiança da autora, fiquei extremamente ansiosa para ler o livro que ela enviou como cortesia para o blog, e agora que já terminei a leitura venho trazer a vocês minhas impressões sobre Sombra de Um Anjo! Vem comigo!

Sombra de um anjo
TÍTULO: Sombra de Um Anjo
AUTOR: Ana Beatriz Brandão
EDITORA: Novo Século
NÚMERO DE PÁGINAS: 480 páginas
SINOPSE: Era necessário que a balança entre o bem e o mal estivesse equilibrada. E, para evitar que o nosso mundo fosse destruído pela ganância e pela sede de poder de Lucian, foi forjada uma arma capaz de decidir o destino da humanidade. Um corredor escuro, uma garota e uma voz misteriosa, sombras avançando em sua direção e, em um piscar de olhos, uma multidão de pessoas mortas a observando pacientemente, como se esperassem algo: é assim que vive Samantha Lyterin, uma garota aparentemente normal, mas assombrada por vultos e visões do futuro. Ela se vê de uma hora para a outra destinada a manter o equilíbrio em uma guerra em que de um lado estão os anjos, querendo proteger a humanidade, e, do outro, sombras que buscam incansavelmente a arma que permitiria a ascensão de Lucian.



Sombra de Um Anjo foi um livro que me criou altas expectativas. Afinal, ele tem tudo que eu amo: sobrenatural, aventura, fantasia e anjos, claro! A Aninha, eu preciso dizer, é um exemplo de pessoa. Tão nova, e já realizou seu grande sonho de tornar-se escritora, e tudo isso com muito talento, que é o que a moça tem de sobra! 

Neste livro, somos apresentados a Samantha Lyterin, uma garota orfã, adolescente, que tem muita dificuldade em fazer amizades. Ela sofre muito com a perda de seus pais, e por isso se fecha em seu mundo. Samantha, porém, não é uma garota comum: desde muito pequena, mais especificamente após um episódio onde a garota encontrou uma pena negra, depois de uma queda sem sentido ou motivo aparente, Sam passou a enxergar sombras misteriosas em todo lugar, sombras essas que ninguém mais via. Além disso, nossa protagonista é assombrada por visões, que parecem ser um tipo de previsão do futuro, que muitas vezes a atormentavam e aterrorizavam. Sam procurava viver uma vida normal, disfarçando seus dons de todos, até Gabriel chegar e mudar completamente sua rotina. Agora ela se vê em meio a uma guerra entre o bem e o mal, a qual apenas ela pode decidir: Samantha é o equilíbrio entre esses dois lados!

Eu queria começar essa resenha com alguns comentários sobre o cenário, o espaço que constitui a história. Só posso dizer que ele é absolutamente incrível! A maior parte do livro passa-se entre o paraíso e o inferno, e a Aninha detalhou tão bem esses dois lugares que era impossível não sentir-se transportado pra lá com os personagens. Toda a beleza do reino divino, toda a aura de pureza e ternura que o envolve, em oposição à aspereza, crueldade e frieza do outro lado. Tudo isso se tornou praticamente palpável para mim enquanto conhecia esses lugares, e eu achei impressionante como a Aninha conseguiu dar vida a esses espaços!

Falar da Sam é um pouco complicado pra mim. Eu confesso que, no início, achei a garota um tanto quanto deprimente, com todos os dramas e tragédias que ela anunciava em sua vida. Isso virou completamente no decorrer da história, e eu acabei a leitura extremamente embasbacada com a Samantha que eu conheci no desfecho. É impressionante a forma como a protagonista evolui durante a narrativa, seu amadurecimento acontece rápido demais, e ao invés da menininha indefesa que conhecíamos desde o começo, ela se transforma numa mulher decidida, corajosa e inteligente, e nos deixa de queixo caído. O prazer que ela sente pelas floricultura me contagiou, eu achei extremamente admirável o conhecimento que ela tem pela área e o amor que dedica às flores.

Gabriel é realmente um anjo, em todos os sentidos da palavra. Ele é carinhoso, protetor, atencioso, amigável e charmoso, um príncipe! Apesar de, em alguns momentos, ele parecer um tanto quanto possessivo, eu preciso dizer que achei fofo o jeito maduro que ele buscou aparentar ao lidar com o ciúme que sentia da Sam. Além disso, a lealdade de Gabriel para com seu povo é inexplicável, e eu realmente me encantei com isso. O relacionamento entre ele e a Sam aconteceu de uma maneira já previsível, mas completamente fascinante. Os dois formam um par perfeito, e são capazes de mover céus e terra pelo outro. É um exemplo lindo de amor verdadeiro, que aquece e acalente o coração de todo leitor!

Agora, me julguem o quanto quiserem, mas meu personagem preferido do livro foi exatamente o vilão, Lucian! Tudo bem, ele é cruel, frio, calculista e não costume se importar com as pessoas que ele precisa machucar para chegar aos seus objetivos. Mas, no decorrer da história, nós descobrimos alguns segredos sobre ele, e percebemos que ele não é tão insensível e inalcançável quanto quer parecer. Lucian também tem suas fraquezas, suas dúvidas, seus medos e, o mais impressionante, um amor escondido que ele tenta disfarçar de todo o jeito. E a forma como ele protege sua amada, desprovido de todo o egoísmo, fez o meu coração palpitar e me arrancou suspiros, admito!

A linguagem utilizada pela Bia é muito compreensível e próxima dos seus leitores, inclusive nos momentos em que ela detalha o universo criado. Percebe-se a preocupação da autora em mostrar aos leitores exatamente o que suas palavras querem dizer, e isso faz com que a leitura se torne ainda mais fluida. Os elementos que a Aninha inseriu na sua história são todos interligados, complementares, e enriquecem a narrativa de uma maneira a prender e envolver o leitor do início ao fim do livro.

A diagramação da editora está impecável, a capa combina e encaixa perfeitamente com o conteúdo das páginas, a fonte é agradável à leitura, a revisão está irrepreensível, sem erros gramaticais, e os detalhes em cada início de capítulo são delicados e muito bonitos.

Tudo o que tenho a dizer ao final da resenha é que o livro é altamente recomendável! Se você gosta de histórias sobrenaturais e fantásticas, precisa conhecer a escrita da Aninha, e se não gosta, com certeza esse é o título recomendado para fazê-lo mudar de opinião. A obra me conquistou do início ao fim, e eu estou ansiosíssima para conferir outro livro da Ana, que é uma escritora extremamente talentosa, como eu já disse. Até a próxima postagem!

Beijos 

2 comentários:

  1. Não conhecia o livro e nem a autora, mas fiquei com muita vontade de ler. Também adoro livros com elementos sobrenaturais. Fiquei feliz pela personagem principal não ter continuado como menininha indefesa, não gosto de personagens com muito drama. Com certeza vai pra minha wishlist.

    ResponderExcluir
  2. eu achei um pouquinho dms o problema dela amadurecer rapido dms, digamos assim, achei que ela mudou de um dia para o outro e uma coisa que nao tem logica, mas sla ne, cada um le com um ponto diferente.. amei tb quando ela ficava falando das flores, ate pq eu amo flor..
    eu achei o lucian um amorzinho kkk
    dps tudo que vc disse sobre a escrita da autora eu concordo plenamente, sim a diagramação ta maraa kk suahush
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir