[PRIMEIRAS IMPRESSÕES] O Lago Negro - Juliana Daglio

Hey, pessoas!

Há algum tempo, divulguei aqui no blog o próximo livro da nossa querida autora parceira Juliana Daglio, O Lago Negro. Essa semana, a Ju fez uma proposta aos seus leitores: ela mandaria uma degustação desse livro para que lêssemos e compartilhássemos nossas primeiras impressões. Como eu estava (e ainda estou, mais agora!) curiosa com a sinopse e a trama sobrenatural e misteriosa em si, topei logo de cara, e cá estou para dividir minhas opiniões sobre o prólogo e primeiro capítulo desse título tão aguardado!

O Lago Negro

Título: O Lago Negro
Autor: Juliana Daglio
Editora: Arwen
Skoob
Sinopse: Verônica é uma garota problemática marcada por um passado traumático do qual mal se lembra, mas que lhe tirou o direito à total sanidade. Ao se mudar para o interior depois de passar no vestibular, ela se depara com o local perfeito onde poderá se inspirar para, finalmente, transformar seus personagens imaginários em um livro. Lagoana é uma cidade nebulosa, úmida, habitada por almas quietas e pouco amigáveis. Porém, o clima obscuro não virá somente despertar criatividade, mas também acordar seus fantasmas mais profundos. Prestes a perder o controle sobre sua trama e sobre sua mente, Verônica conhece um estrangeiro de sorriso cafajeste e olhos azuis. Desconfiada de suas intenções ela guarda segredo quanto ao seu livro, mas não sabe que Liam também tem os seus, e que eles podem ser a chave para os mistérios que a rondaram durante toda sua vida. O Lago Negro de sua imaginação será, definitivamente, o estopim para toda sua loucura emergir. O que será que ele esconde no fundo de suas águas escuras?

O Lago Negro nos apresenta a Verônica, uma garota problemática, dona de um passado que frequentemente a atormenta, mesmo sendo apenas uma lembrança. Ela e seu namorado, Enzo, mudam-se, por conta da faculdade, para uma cidade interiorana, chamada Lagoana, onde os forasteiros não são bem-vindos. Lá, Verônica acredita finalmente poder colocar no papel seu tão sonhado livro, e pretende começar uma vida nova ao lado do homem que ama. É claro que nem tudo acontece como a garota imagina, e seus fantasmas do passado se mostrarão muito mais do que simples recordações.

Juliana acertou em cheio em mais esse livro! Posso dizer isso com toda a certeza, mesmo tendo apenas as primeiras páginas, porque por essa prova é possível entender todo o enredo conturbado, misterioso e sobrenatural que constitui o livro. Elementos como a insanidade, o suspense, os segredos, os medos, estão presentes nestas linhas e dão o tom macabro da história desde o início. 


O prólogo nos leva ao sonho de um jovem, com sua mulher amada, que só existe para ele naquele mundo. Ali, fica claro que nada será entregue de mão beijada aos leitores: Juliana nos dá pistas, e cabe somente a nós torná-las algo concreto. O tempo todo, nas poucas páginas que compõem o prólogo, somos levados a nos questionar e buscar o conhecimento necessário para entender toda a situação aparente maluca que acontece nesse episódio.

O primeiro capítulo é onde a nossa história realmente começa. Ali, encontramos Verônica e Enzo, conhecemos suas personalidade, seu relacionamento duradoura e feliz. Os dois formam um casal desde que se conheceram, e dá para notar o quanto gostam um do outro e aceitam-se, acima de qualquer diferença que possa existir entre eles. Verônica é uma garota bastante traumatizada, que não se dá bem com a mãe, perdeu o pai, e viveu com a avó paterna desde muito nova. É perceptível o quanto ela se tornou fechada, reclusa e amedrontada, e claro que seu temperamento foi influenciado definitivamente pelos acontecimentos de seu passado, que ainda não conhecemos neste trecho do livro. O que eu posso dizer da personagem é que me identifiquei com ela logo de cara: é difícil ignorar a dor e a fragilidade que parecer emanar da protagonista, e isso me deu uma vontade doida de abraçá-la e confortá-la por tudo que já passou. Além disso, seu amor pela leitura e escrita é um ponto que nos aproxima bastante.

A linguagem utilizada pela Juliana é sempre muito compreensível e próxima do seu leitor. Sem rodeios, sem muitos detalhes extremos, sem descrições exageradas, ela nos apresenta a história em partes, que fazem com que fiquei aquela vontade incontrolável de conhecer o desfecho da narrativa. Nada é fora do lugar, e tudo tem seu tempo certo para ser revelado. Confesso que depois de ler essas primeiras páginas estou ainda mais ansiosa para o lançamento do livro.

É possível notar que a narrativa será dividida em partes, o que sempre se torna muito agradável para mim, é como se eu estivesse assistindo a um filme, e em cada cena avançasse um pouco mais em direção ao desfecho final dele. Acredito que isso deixe o livro organizado, mais fácil de ser apreendido pelo leitor.

Acho que nem preciso falar nada da capa, a editora mais uma vez arrasou na arte! Pelo que já ouvi da Ju sobre o livro, acredito que a imagem escolhida tenha estreita ligação com a história, além das cores que combinam e harmonizam perfeitamente entre si. Simplesmente perfeito! Abaixo eu deixo a imagem dela aberta, para que todos vocês possam conferir com seus próprios olhos essa lindeza!


Para finalizar essas impressões, posso dizer que meu primeiro contato com o livro não poderia ter sido mais proveitoso e angustiante! Proveitoso porque agora, se restava qualquer dúvida com relação a gostar ou não da história, ela foi completamente destruída, e tenho ainda mais certeza de que lerei o livro assim que for lançado. Angustiante porque fiquei ainda mais ansiosa para ter logo meu exemplar, e finalizar a história de Verônica, e sei que minhas unhas vão sofrer com essa espera! Posso, finalmente, indicar a todos a leitura. A Juliana é extremamente talentosa, e suas narrativas sempre envolvem temas interessantes, abordados de uma maneira que acaba por emaranhar o leitor em suas tramas e deixá-lo na expectativa do que está por vir. E que venha O Lago Negro, e logo, por favor! Obrigada especialíssimo a Juliana, por me colocar nessa lista e me deixar adentrar com um pouquinho de antecedência ao mundo de Verônica! Até a próxima postagem, gente!

Beijos 

2 comentários:

  1. Patrini, sua linda!
    É sempre muito especial ver meus livros aqui no seu blog. Fico feliz que tenha gostado nas primeiras páginas, e estou muito ansiosa para as próximas poderem chegar às suas mãos.

    Obrigada demais por participar :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju, sua querida! Eu nem preciso dizer que sou sua fã, e se depender de mim vai ver muito mais seus livros aqui no blog, porque eles são sempre uma das minhas melhores leitura <3

      Excluir